Colocaram as armas nas cabeças dos orixás relata babalorixá sobre assalto

O babalorixá Rychelmy Imbiriba levou uma coronhada no rosto (Foto: Almiro Lopes/CORREIO)

Bandidos invadiram terreiro, roubaram e agrediram religiosos: ‘Oxóssi chorou’     “Eles colocaram as armas nas cabeças dos orixás”. Foi com essa frase, falando com os olhos marejados e com a marca da violência no rosto que o babalorixá Rychelmy Imbiriba contou ao CORREIO como foram os minutos de terror que ele e mais 150 pessoas passaram na noite de sábado (12). O machucado na face, fruto de uma coronhada, não foi nada comparado à dor que o pai de santo sentiu com o desrespeito ao sagrado, ao culto do…

Compartilhe isso
Read More

Moçambicana que escreveu as vivências na guerra racial vem à Bienal Pernambuco

A moçambicana Isabela Figueiredo, filha de um português, cresceu em meio à guerra racial que assolou a capital Lourenço Marques (atual Maputo) entre 1964 e 1974.

Compartilhe isso
Read More