Fortaleza celebra Festa de Iemanjá e dia de Nossa Senhora da Assunção na próxima quinta-feira

Fortaleza celebra Festa de Iemanjá e dia de Nossa Senhora da Assunção na próxima quinta-feira O catolicismo e a umbanda têm festividades religiosas em um mesmo dia na Capital: 15 de agosto. A data é feriado municipal em homenagem ao dia de Nossa Senhora da Assunção, padroeira de Fortaleza; ao mesmo tempo, o dia é também destinado à celebração de Iemanjá. Oficialmente, no Brasil, o dia da orixá é 2 de fevereiro, entretanto, em varias cidades do País, é comemorada de acordo com a aparição da Nossa Senhora mais representativa…

Compartilhe isso
Read More

Homenagem Póstuma – Pai Joãozinho do Exu Bí (Nação Jeje)

Homenagem Póstuma – Pai Joãozinho do Exu Bí (Nação Jeje) O nosso homenageado de hoje foi e sempre será um dos maiores BALUARTES de todos os tempos dentro da nossa Religião. Um homem que deixou um grande patrimônio cultural e religioso para todos os seus filhos e descendentes, que ao longo dos anos se tornaram uma extensa Bacia. Era um homem de fé acima de tudo, de dedicação ao sagrado e ao ORIXÁ, de imensa sabedoria e fundamentos. Divulgou e promoveu a Religião e a sua Nação em muitos lugares,…

Compartilhe isso
Read More

Casa de Cultura Mario Quintana sediará 3º Fashion Black POA

Casa de Cultura Mario Quintana sediará 3º Fashion Black POA A Casa de Cultura Mario Quintana tem várias atrações marcadas para o próximo final de semana. O evento da vez é a 3ª Edição do Fashion Black Porto Alegre. Ele busca fomentar e, ao mesmo tempo, dar visibilidade ao mercado de moda afro-brasileira, discutindo formas de atuação, sustentabilidade e o fortalecimento das marcas. A programação ainda não foi divulgada, mas as inscrições para os Workshop já estão abertas e vão até esse domingo (11). Para maiores informações, acesse a página…

Compartilhe isso
Read More

Coletivo de mulheres negras lança coleção inspirada em orixá

Coletivo de mulheres negras lança coleção inspirada em Orixá Mulheres negras, do axé, unidas pela ancestralidade, em busca do sustento da família por meio da reverencia aos orixás. Nasceu daí, há um ano, o Coletivo Alaafia. Composto por mulheres pretas que empreendem da moda à gastronomia, o grupo lançou, nesta quinta-feira (18), a coleção Folhas Sagradas: Os Segredos de Osànyìn, no Terreiro do Gantois, na Federação. Orixá da ‘invisibilidade’, Osànyìn é representado pelas folhas e inspira o conceito da coleção da Alaafia, composto por 12 looks, todos em [em tons…

Compartilhe isso
Read More

Alma Negra

Batuqueiro que pratica sua religião na sua plenitude não renega as lutas e o sofrimento de sua ancestralidade. O batuque vai muito além de seus preceitos e fundamentos. O batuque é uma religião, é uma cultura e uma filosofia de vida. É obrigação do batuqueiro reconhecer, entender e lutar, por aqueles que trouxeram sua religião do outro lado do oceano. É obrigação do batuqueiro sentir, pelo menos na alma, um pouco da dor das chicotadas daqueles que vieram nos porões dos navios negreiros, sentir um pouco da fome daqueles que…

Compartilhe isso
Read More

Homenagem Póstuma – Pai Pedro de Yemanjá (Nação Jeje-Ijexá)

Homenagem Póstuma – Pai Pedro de Yemanjá (Nação Jeje-Ijexá) E num momento tão delicado para nossa rede, em que um dos pilares da bacia religiosa de um dos nossos fundadores deixa nosso convívio para se juntar aos Orixás no Orun, homenageamos alguém que ficou conhecido pelo seu conhecimento ímpar nos ritos fúnebres do Batuque. O nosso homenageado de hoje foi um dos maiores Baluartes da nossa Religião. Era Mestre de muitos mestres. Pessoa de muito AXÉ, sabedoria e fundamento. Ajudou, ensinou e orientou muita gente, inclusive a mim, quando mais…

Compartilhe isso
Read More

Contos de Deodé – Eles x Elas

Conheci o negro Sidnei de Xangô, filho de Santo de dona Ana de Oxalá nos meados de 1970, ele trabalhava na Geral de Indústria, uma fabrica de fogões, ali na Avenida Bento Gonçalves, na ocasião, eu era gerente da Farmácia Drogabir do outro lado da rua.   Éramos companheiros de ônibus e de Batuque, um dia em conversas que não levam a nada descobri uma particularidade daquele qüera: odiava bicha, que coisa mais estranha tchê, pois, não é que era um ódio incontido, sem explicação ou razão de ser, acredito…

Compartilhe isso
Read More

Homenagem Póstuma – Zé da Saia (Nação Jeje)

Homenagem Póstuma – Zé da Saia (Nação Jeje) O nosso homenageado de hoje foi um dos grandes BABALORIXÁS, conhecido pela sua sabedoria, seu fundamento, sua rigidez e seriedade dentro do Axé. Famoso pela veracidade e beleza do seu Orixá. Vinha de uma bacia antiga e precursora de sua Nação. Tive a felicidade de conhecê-lo e passar alguns aniversários meus comemorando junto com seu ORIXÁ, que fazia Aniversário no mesmo dia em que eu nasci. Ele e sua filha de Santo, MANA DA IANSÃ, foram testemunhas do meu apronte, em 1976.…

Compartilhe isso
Read More

Morre Ruth de Souza, a grande dama negra do teatro, do cinema e da TV

Morre Ruth de Souza, a grande dama negra do teatro, do cinema e da TV A primeira brasileira indicada a um prêmio internacional e abriu caminho para o artista negro no Brasil Ruth de Souza, que morreu neste domingo 28 aos 98 anos no Rio de Janeiro, foi a primeira atriz negra a se apresentar no Theatro Municipal do Rio, em 1945. A quebra de tabu a fez ser considerada a primeira-dama negra do teatro, do cinema e da televisão. Com seu papel na peça “O Imperador Jones”, escrita por…

Compartilhe isso
Read More

Negro tem o dobro de chance de ser pobre no Brasil, diz Ipea

Negro tem o dobro de chance de ser pobre no Brasil, diz Ipea No Brasil, a chance de um negro ser pobre é o dobro da de um branco. Aconclusão é da pesquisa “A desigualdade racial da pobreza no país”,divulgada nesta semana pelo Ipea (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada,órgão de pesquisa do governo) com base em dados de 2004 a 2014.Segundo o levantamento, a chance de um preto ser pobre era de 2,1 emrelação a um branco em 2014. Para um pardo, essa relação chega a 2,6. Oestudo aponta entretanto…

Compartilhe isso
Read More

Produção evangélica mostra que religiões servem de centros culturais

Produção evangélica mostra que religiões servem de centros culturais A fé de uma pessoa pode alterar seus hábitos culturais? Os protestos contra a exposição Queermuseu em 2017, por suposta blasfêmia, e o lançamento constante de livros com temas religiosos indicam que sim. Para o antropólogo Hélio Menezes, as religiões no Brasil servem de enormes centros culturais e têm determinado muitas vezes os hábitos culturais de seus devotos. Com o crescimento das designações pentecostais e não pentecostais no Brasil, o gospel passou a ser o 3° gênero mais ouvido no Brasil…

Compartilhe isso
Read More