Quilombola, gay e pai de santo, Nezinho mantém a força dos antepassados

Quilombola, gay e pai de santo, Nezinho mantém a força dos antepassados As mãos calejadas pelo trabalho pesado na roça, o grande pé descalço que se conecta com a terra e o torço amarelo na cabeça demonstram que aquele homem não é qualquer um. A pele preta tem a mesma cor que os ancestrais que vieram de Angola, na África e, depois de alforriados, instalaram-se no quilombo na zona rural de Nossa Senhora do Livramento (a 38 km de Cuiabá). Sizenando do Carmo Santos, 60, é conhecido como Nezinho. Negro,…

Read More