Homenagem Póstuma – Mãe Catarina de Ogum (Nação Jeje)

A nossa homenageada de hoje foi uma mulher forte, de muito conhecimento e fundamento dentro da nossa religião e que também era conhecida pelo seu jeito peculiar e o seu senso de humor. Hoje, temos o prazer de homenagear a Yalorixá CATARINA ZILDA DA SILVA RICARDO (póstuma), mais conhecida como Mãe CATARINA DE OGÚN ILEDÃ. Mãe Catarina era da Nação JÉJÉ, da bacia de Pai JOÃOZINHO DO BARÁ, e teve como sua madrinha, a famosa Mãe NICA DO BARÁ. Morava na rua Barão de Itaqui, 514, na época Passo da…

Compartilhe isso
Read More

Religiões afro-brasileiras seguem influenciando compositores e grupos musicais

Religiões afro-brasileiras seguem influenciando compositores e grupos musicais A presença das religiões afro-brasileiras na cultura popular tupiniquim é massiva. Das influências diretas às menos evidentes, os princípios religiosos herdados do continente ancestral permeiam profundamente a identidade brasileira. Os orixás, comuns à umbanda e ao candomblé, estão no lirismo do samba de Dorival Caymmi e do rock do Metá Metá, como norteadores de uma poesia devota. As religiões afro-brasileiras assimilaram tradições africanas, trazidas pelos escravos, e a cultura de nativos e dos europeus. Influenciaram a obra de pilares da música popular,…

Compartilhe isso
Read More

Homenagem Póstuma – Pai Renatinho de Ogun (Nação Jeje-Nagô)

Homenagem póstuma – Pai Renatinho de Ogun Madiobé O nosso homenageado de hoje era um homem que sabia e gostava de fazer Religião, pois aprendeu os mistérios e fundamentos do ORIXÁ. Foi uma pessoa autêntica e sincera, que fez grandes amizades dentro do AXÉ e sempre foi amigo dos seus amigos. Era um Sacerdote que trabalhava e jogava muito diariamente. Tinha uma grande clientela, a maioria feminina, devido a fama de feiticeiro que tinha, pois a sua mão para os AXÉS de amor era muito famosa. Seu ORIXÁ não era…

Compartilhe isso
Read More

O amalá de Xangô

O AMALÁ DE XANGÔ      O amalá é uma iguaria presente desde os tempos mitológicos na cultura africana e diásporas pelo mundo. Prato predileto do orixá Xangô, o Senhor da justiça e patrono dos monarcas e de todos que tenham papel central em alguma organização, o amalá tem um histórico de conflitos, tal é a estima que Xangô tem pela comida, estando presente em inúmeros itans. Eles contam, entre outras coisas, a briga das esposas de Xangô, Obá e Oxum e o abandono por Aganju de sua missão de…

Compartilhe isso
Read More

Bembé do Mercado se torna Patrimônio Cultural do Brasil

Bembé do Mercado se torna Patrimônio Cultural do Brasil Há 130 anos, em todo 13 de maio, a feira de Santo Amaro vira um grande terreiro de Candomblé a céu aberto, reunindo pessoas de diversas manifestações culturais com base na religião de matriz africana. Conhecida como Bembé do Mercado, a celebração acontece todo ano para rememorar a luta pela liberdade e resistência dos povos negros. A cidade de Santo Amaro da Purificação, no Recôncavo, é o palco para essa festa que teve sua primeira celebração em 1889, um ano depois da…

Compartilhe isso
Read More