Apronte no Batuque do RS

Como muito se diz no Batuque: só se dá o que se tem. Em partes, é verdade e serve de base pra muitos preceitos na tradição; em outros momentos, a história nos mostra que nem sempre foi assim e que a sobrevivência do Batuque se deve em grande escala pela habilidade dos nossos antepassados de transmitir o axé sem perder o fundamento. Acompanhe no vídeo a explicação do Babá Phil sobre quais são e quais eram as condições para que um iniciado se torne sacerdote, isto é, babalorixá ou yalorixá.

Creative Commons License Attribution-NonCommercial-NoDerivsRepublish
Compartilhe isso

Related posts