Homenagem Póstuma – Pai Eliseu de Ogun Adiolá (Nação Cabinda)

Homenagem Póstuma – Pai Eliseu de Ogun Adiolá (Nação Cabinda) O nosso homenageado de hoje foi uma pessoa de quem eu gostava e admirava desde que era menino. Tive a sorte de com ele conviver e ainda tê-lo como meu Padrinho de OBÉ. Foi um grande entre os grandes, um homem que conhecia como poucos os segredos do AXÉ e do ORIXÁ. Com muito orgulho e carinho que hoje temos a honra de homenagear o grande Babalorixá ELISEU ARAÚJO COSTA (póstuma), Pai ELISEU DE OGÚN ADIOLÁ NIKÉ. Pai Eliseu foi…

Compartilhe isso
Read More

ANÚNCIOS DA ÉPOCA DA ESCRAVIDÃO MOSTRAM POR QUE O BRASIL PRECISA ACERTAR AS CONTAS COM O PASSADO

ANÚNCIOS DA ÉPOCA DA ESCRAVIDÃO MOSTRAM POR QUE O BRASIL PRECISA ACERTAR AS CONTAS COM O PASSADO AS ELITES BRASILEIRAS parecem ter um hábito secular de pôr uma pedra sobre o nosso passado. Apesar de sermos o país com a maior população negra fora da África, quase não há museus sobre o tema e mal estudamos o assunto nas escolas. O desconhecimento do brasileiro médio em relação aos horrores e às consequências da escravidão é enorme. O esquecimento não é um acaso, é um projeto. O Brasil é o país mais importante…

Compartilhe isso
Read More

Estado laico é essencial para a democracia

Estado laico é essencial para a democracia Por Renato Janine Ribeiro Na coluna desta semana, Renato Janine Ribeiro comenta a importância do Estado laico para a democracia. Segundo o colunista, é muito difícil haver uma democracia hoje que não seja laica, ou seja, com separação entre Estado e a igreja. “Estado não pode ter religião nem oferecer benefícios a quem tenha determinada religião”, destaca o colunista. A exceção da laicidade do Estado pode ser vista em Israel, lembra Janine, que é declaradamente um Estado judeu. E por que a democracia…

Compartilhe isso
Read More

Fundação Pierre Verger inicia pré-venda de “Lendas Africanas dos Orixás”

Fundação Pierre Verger inicia pré-venda de “Lendas Africanas dos Orixás” Assinado por Pierre Fatumbi Verger e Carybé, o clássico da mitologia iorubá “Lendas Africanas dos Orixás” ganha nova edição pela Fundação Pierre Verger e já pode ser reservado a preço promocional. A publicação não apresenta fotografias do artista francês naturalizado brasileiro, mas reúne lendas coletadas por ele durante 17 anos em viagens pela África Ocidental. Composta também por ilustrações do artista e amigo Carybé, a obra custa R$ 60, mas pode ser adquirida por R$ 48 até a data de…

Compartilhe isso
Read More

Contos de Deodé – Carta de Deodé a Mestre Norton

Ao mestre com carinho. Quero escrever sobre o Norton Correa, mas sempre fujo por medo de ser incompreendido, mas para aqueles que me conhecem sabem que não temo o debate, mas, sim a ignorância a agressão dos que pensam ao contrário dos meus posicionamentos. Para isso quero relatar que quando me deparei com o livro, eu babei, li e reli e continuo lendo. O texto é limpo, em cada palavra, em cada experiência ali estão os olhos do Norton captando tudo sobre o Batuque na época. As casas por onde…

Compartilhe isso
Read More

Orixá Bará – Rezas da Nação Cabinda Por Pai Didi de Xangô Aganjú

  Ouça a Sequência de Rezas do Orixá Bará da Nação Cabinda na Voz de Pai Didi do Xangô Aganjú Pai Didi é oriundo da Nação Cabinda, descendente de Pai Adãozinho de Bará, neto de Pai Romario de Oxalá e bisneto de Mãe Madalena de Oxum, descendente direta do precursor da nação Cabinda no Brasil. Pai Didi era, junto de Pai Eli de Oxalá, tamboreiro oficial do Pai Adãozinho. Reprodução autorizada pelo autor, todos os direitos reservados. Divulgação: Batuque RS  

Compartilhe isso
Read More

Homenagem póstuma – Mãe Nayrzinha de Yemanjá (Nação Ijexá)

Homenagem póstuma – Mãe Nayrzinha de Yemanjá (Nação Ijexá) A nossa homenageada de hoje, era uma pessoa muito simples. Minha amiga de anos, frequentei sua casa e os seus batuques, conheci sua família, seu filho e o seu falecido esposo, JUAREZ DE OXUM DOKÔ. Dona de personalidade forte, brava e polêmica, mas acima de tudo uma pessoa doce, de fé e de Axé. Ela tinha uma mão maravilhosa para os problemas de saúde. Com muitas saudades e carinho que nós temos o prazer de homenagear a Yalorixá NAYR ROCHA DA…

Compartilhe isso
Read More

A História africana pode resgatar a autoestima dos afrodescendentes

A História africana pode resgatar a autoestima dos afrodescendentes Em psicologia, autoestima é definida como a característica de uma pessoa que valoriza a si mesma, dando-lhe a possibilidade de agir, pensar e exprimir opiniões de maneira confiante. Autoestima também pressupõe uma avaliação objetiva e subjetiva que uma pessoa faz de si mesma como sendo intrinsecamente positiva ou negativa em algum grau. Ou ainda, a autoestima envolve tanto crenças quanto emoções autoassociativas. Trata-se, portanto, de uma emoção ou de um sentimento que reflete a apreciação que uma pessoa faz de si mesma em relação…

Compartilhe isso
Read More

Sucesso no Axé

O sucesso é um iceberg Iceberg é um grande pedaço de gelo, uma massa congelada que, uma vez livre das calotas polares de onde se origina, vagueia pelos mares ao sabor das águas. Seu nome vem da junção de dois termos estrangeiros: “ice” (gelo) “berg” (montanha). E é justamente isso, uma montanha cuja parte visível é o cume e é o que o identifica na superfície da água. A “ponta” de um iceberg é somente o que se vê na imensidão marítima e é impossível mensurar seu tamanho através disso;…

Compartilhe isso
Read More

Xangô e amigos – Episódio 1 (As aventuras de Xangô!)

 Na cultura iorubá, Xangô é um dos orixás mais populares. Ele foi o terceiro alafin (rei) do reino de Oyo na África Ocidental. Seu símbolo é um machado de duas cabeças, o oxé, que representa uma justiça rápida e equilibrada. A animação traz uma abordagem diferente da cultura afro, transmitindo de forma didática os costumes e características da tradição.  https://www.youtube.com/watch?v=g4sw3Ur588o

Compartilhe isso
Read More

Orixás se tornam super-heróis em filme Nigeriano

Orixás se tornam super-heróis em filme Nigeriano Estamos cansados de assistir filmes com referências ao panteão grego e nórdico, afinal, divindades como Zeus, Atena, Odin, Thor, entre outros povoam nosso imaginário.   Presentes na cultura pop em geral, eles estão, também, na simbologia utilizada no comércio, nas artes, na academia, etc. Pois bem, o cinema nigeriano –  Nollywood, o terceiro maior pólo de produção do mundo – decidiu contar a história dos orixás no cinema.  Oya: Rise of the Orisha (Oya: Ascensão dos Orixás) tem como subtítulo “A Nigerian Superhero Movie”, ou…

Compartilhe isso
Read More