CONDUTA DE VISITAÇÃO

Caros irmãos e irmãs o que nos faz sair em uma noite muito fria ou extremamente quente, e ir a um batuque?

Vocês já se perguntaram qual a razão? Até onde tenho conhecimento é para reverenciar nossos amados orixás e compartilhar da felicidade dos irmãos de fé em obrigação.

Entretanto, o que vemos hoje em dia?

Infelizmente, vemos o sagrado posto de lado e a falta de respeito com a casa e o anfitrião. De que modo vemos esse desrespeito se materializar? Para começar nas rodinhas que se formam no lado externo dos salões, nas famosas rodas de cigarro onde saem com a desculpa de fumar e se tornam os julgadores do axé. Onde tudo torna-se chacota, desde a marca dos refrigerantes oferecidos a qualidade dos doces, a decoração do salão e as roupas usadas pelo anfitrião e demais convidados. E esquecem do principal motivo por estarem naquele local numa noite muito fria ou extremamente quente. falam alto riem como se estivessem em uma festa a brasileira. Quando a boa conduta diz…
Que primemos sempre  o toque e que devemos sair do salão durante os intervalos dos alagbes, evitarmos aglomeração e cochichos.
Louvar e agradecer esse é o intuito de doarmos uma noite de sono, caso contrário não saia de sua casa.
Aos olhos dos pais nada além de seu coração aberto em louvor importará.
A conduta também pede que não nos ausentemos do toque antes do seu término ou pelo menos não antes da saída do ecó a não ser por motivo de força maior. Pipocar entre dois ou três batuques em uma só noite soa como uma busca desesperada por ascensão e aparecer em revistas do seguimento.
De bom tom é sempre priorizar o objetivo principal dessa festa maravilhosa chamada BATUQUE onde agradecer aos ORIXÁS pela oportunidade de senti-los mais presente vale a pena uma noite de sono ser doada, afinal eles nos acompanham independente do que possamos oferecer-lhes
e se for para ser algoz e julgador por favor fique em casa dormindo.
                                                                                                     


                                                                                                              Anna bispo
                                                                                                         Nana da Demum

http://feeds.feedburner.com/BatuqueRs
Creative Commons License Attribution-NonCommercial-NoDerivsRepublish
Compartilhe isso

Related posts