Orixá Otim

Otim…..
Orixá da caça ora tida como filha de Erinlé ora de Oke.
Companheira inseparável de Ode, irmã, esposa, ilusão…são variadas as denominações a esta Iyaba que é representada sempre com um jarro de aguá em sua cabeça, pois ela é a responsável por cuidar das plantações. Usa as mesmas ferramentas do seu único esposo, o arco, a flecha, a lança e o bodoque.
Otim adora animais de caça, principalmente o porco. Também é tida como protetora dos animais, não mata por esporte ,menos ainda por prazer mas sim para saciar a fome daqueles que a ela recorrem.
Como Odé, é também o orixá da fartura, da comida, ora chamada de “gorda”, mas não de uma forma pejorativa mas no sentido do bem alimentado.
Otim aprecia a liberdade e o conforto da mata, as vezes muito mais do que das pessoas, tem muitos filhos embora muitos sejam dados a odé, já que ela não teve filhos na terra, criou-se o mito que a mesma não pegaria ori. Algo que se torna contraditório já que outros orixás também não terem relatos de terem tido filhos. Há também uma ideia difundida de que a mesma seria uma ilusão de odé, criado a partir da solidão da mata, algo que novamente se contradiz já que ela faz parte do culto e a ela é feito tudo como qualquer outro orixá(sacralização, marcação no buzio, trabalhos, sobrenomes, orins etc), e também possui itans(lendas) próprias aos quais talvez, tenham se perdido junto com parte do culto de diversas outras divindades ao longo da escravidão.
Otim é de extrema importância afinal sem comida, seja ela animal ou vegetal, não há vida.
Otìn bò rò odé-Otim ven ajudar odé

                                                                   Axé a todos

http://feeds.feedburner.com/BatuqueRs
Creative Commons License Attribution-NonCommercial-NoDerivsRepublish
Compartilhe isso

Related posts